23 junho 2010

Um dia na vida de um rato de laboratório

Woohoo! Tocou a campainha! Está na hora da comida! Vamos lá, vamos lá!

OK a portinhola vai abrir em 5 segundos... 4... 3... anda lá! 2... 1... aqui vou eu! Primeiro vira-se à esquerda, depois vira-se à direita... aqui faz-se a curva de gancho... já sei este caminho de trás para a frente! A comida está sempre lá ao fundo. Ya, já explorei os cantinhos todos da coisa e a comida aparece sempre no mesmo sítio. E estas paredes com espelhos também já não me enganam. Já sei que mostram o meu reflexo. Eia o que eu me passei com elas no início! Pensava que era outro gajo igual a mim! Que parvo! O que eu me ri quando soube! Agora à direita, à direita outra vez, dá a volta à rotunda e está no fundo do corredor. Já a vejo!

Vamos lá, toca a despachar que daqui a pouco fecha-se a portinhola e a comida vai para dentro. Estou quase a chegar... estou quase a chegar. Aqui est... ei! Não me puxem pelo rabo! Ei, o que é que estão a fazer? Quem és tu? Eia pá, és buéda grande. Todo de branco e o caraças... deves pensar que tens pinta. OK já me puseram no chão. Onde é que eu estou? Onde é que está a comida? Deixa ver se está aqui neste cant... ei, estejam quietos! Estou no mesmo sítio. Deve estar para o outro lado. Vou... ei! Já me estou a chatear! Se me chateiam ainda vos mordo essa coisa metálica e pontiaguda que estão a apontar para mim! Que é essa coisa? Que é que querem fazer com isso? Olha, está a mexer-se. Onde é que levam isso? Onde é que ela foi? AAAAAAUUUU! Isso dói! Então mens, estão-se a passar? AU! Estejam quietos! Au!

Woooowww...

Eia man... que pedrada... está tudo a andar à roda... parece que estou a voar... ena estou a andar de avião, wooooooooooohoooooo! Eh eeeeeehhhh... isto é buéda fixe... então pá estás fixe? ya, na boa... hã? ah, não era ninguém... não era ninguém... woooooooooo... altamente...

Ora bem, Mickey... controla-te pá! Onde é que eu estou? Ya, estou em casa outra vez. Vamos ver se ainda lá está a comida. Isto da pedrada dá-me cá uma fome! Ora bem, como é que é? Vira-se à direita, depois vira-se à esquerda, hã? ai pera, não é aqui. Eia men... Vira-se à esquerda, e depois à direita, ok, agora está bem. Agor... ooolááá... quem és tu? Eu conheço-te de algum lado... ya agora não tou a ver man... Ah! Comida! Pois! Lá vou eu. Também vens? Baril.

Ora bem, eu nem vejo bem mas deve ser por aqui. Vira à direita, vira à esquerda e... não, não é isto. Vira à esquerda, vira à direita e vai pelo corredor. Ai o camandro... OK, pensa Mickey. Pensa. Vira à direita. Vira à esquerda. OK. Dá a volta à rotunda. Segue o corredor. FODA-SE MICKEY! CONTROLA-TE MENZ! E tu não estejas a olhar para mim! Achas piada, é? Que é que tu queres, pá? Levas uma lambina que até te viro! Não quê? Não quê? Ai agora levas. Agora lev... au!

Tou fodido men. É escusado. Às tantas já tiraram a comida. Nunca mais apanho uma pedra destas, mens. Nunca mais. Já nem sei o caminho para casa. Olha vou por aqui, que se lixe. Fico aí a dormir no chão ou assim. Man, que dor de cabeça. Tou todo... é pá... Tou assim mesmo completamente... pá... é pá é que é mesmo... tipo... é pá não tenho palavras. Tou assim tipo... uma cena daquelas tipo... hã? Aquilo é comida... Aquilo é comida! Yes! Yes! Yes! Consegui, manz! É assim mesmo, Mickey Fernando, eu sabia que conseguias!

Huuuuuuummmm.... queijo para a sobremesa...

3 comentários:

Ana disse...

lol lol lol lol O que é que andaste a tomar, pá? Hahahaha

J. disse...

Eu nada, mas o rato, coitado... lol

Ana Marisa Simão disse...

Muito bom! hehehe